Vereadora de Sooretama aponta irregularidades em Edital para professores e coordenadores e pede reformulação do mesmo

Vereadora Jaqueline Gomes 1jpgA vereadora Jaqueline Gomes faz requerimento á Secretária Municipal de Educação de Sooretama com o pedido de alteração do edital para o processo seletivo de admissão de professores e coordenadores de turno temporário, a vereadora argumenta que a decisão do pedido é devido as irregularidades encontradas na descrição dos critérios de classificação dos candidatos em relação a pontuação, e ao pré-requisito para a função de professor ou instrutor de Libras.

No edital, professores que trabalharam na função no período de fevereiro de 2016 a dezembro de 2017, obteriam mais 1 ponto na classificação. Para os professores que residem em área urbana e deslocaram para a zona rural e trabalharam no período de 01/02/2017 a 22/03/2017, obteriam mais 3 pontos na classificação.

Outro pedido no requerimento da vereadora Jaqueline Gomes, é que no edital foi exigido um certificado de curso de Libras de no mínimo 120 horas para a função de Tradutor ou Interprete em Libras, sendo que para a devida ocupação do cargo para professor ou tradutor e interprete em Libras, é necessário a formação em nível superior em Licenciatura Letras/Português.

O edital foi publicado no dia 23 de dezembro de 2017 e as irregularidades descritas no método de classificação causam disputa incoerente entre os candidatos que fizeram as inscrições para exercer os cargos temporários durante o ano de 2018.

O Site de Sooretama pediu um posicionamento da municipalidade e gurda retorno.

Comentar esta notícia